Blog DiCorpo

Se você procura qualidade, inovação e bem-estar,
seja bem-vindo à DiCorpo!

Água ou Isotônicos: Qual é a melhor opção para se hidratar?

Quem malha sabe bem sobre a importância de se hidratar enquanto se exercita. Mas, qual a melhor opção, água ou isotônicos? Segundo estudos, considerando-se que há perdas significativas de líquidos e minerais durante o exercício, principalmente pelo suor (sudorese), nossa ingestão hídrica deve ser aumentada para que a desidratação não interfira no funcionamento do nosso organismo e no desempenho do treino.

Sendo assim, a hidratação deve ser feita desde o início da atividade porque não importa apenas o quanto você ingere, mas também a frequência. Até porque, a sede é um sinal tardio de desidratação (o corpo está pedindo água). Em qualquer atividade física não existe a necessidade que a hidratação seja feita com algo além da água, a não ser que essa atividade ultrapasse uma hora.

Isso tudo porque as reservas glicêmicas do nosso organismo seriam suficientes para manter a glicemia sanguínea em níveis aceitáveis, porém, ultrapassada essa duração, as bebidas esportivas que contenham apenas carboidrato seriam as alternativas mais interessantes para fornecerem substratos energéticos que retardariam a fadiga durante a atividade.

E os isotônicos? “Para que não haja confusão, bebidas isotônicas são chamadas assim por conterem uma concentração de eletrólitos semelhante aos fluidos do nosso corpo e, portanto, podem ser incorporados e transferidos para a corrente sanguínea. Elas contêm também carboidratos que reduzem o esvaziamento gástrico, por isso, sua ingestão só é aconselhada para atividades com durações maiores”, completa ele.

O objetivo da ingestão dos eletrólitos dos isotônicos é a reposição do que foi perdido no suor. A reposição eletrolítica evita perdas de sódio que por sua vez ajudam a reter a água no organismo. Os carboidratos, por sua vez, além de melhorarem o sabor, estimulam a absorção de líquido e dos eletrólitos e, como foi dito, são essenciais no retardo da fadiga.

A temperatura ambiente e o tecido das roupas utilizadas nos treinos também colaboram para manter uma boa hidratação.

Então não esqueça:

– Não espere a sensação de sede chegar, isso significa que você já esta desidratado;

– Escolha horas mais amenas para exercitar-se ao ar livre ou academias climatizadas;

– Utilize roupas que permitam a evaporação do suor.

Fonte: http://goo.gl/rrCXDi


Compartilhe isso:

Making of Coleção Verão 2015

Bastidores da coleção DiCorpo Verão 2015 da DiCorpo que teve como locação a região da Riviera Maya no México.


Compartilhe isso:

Mau humor lhe deixa mais propenso a escolher junk food

Segundo matéria do Daily Mail baseada em um estudo feito pela Professora Meryl Gardner da Universidade de Delaware, é mais provável que você escolha junk food quando está de mau humor, dizem os pesquisadores. Mas quando você está se sentindo bem, é mais propenso a fazer escolhas mais saudáveis.

De acordo com a equipe de pesquisa norte-americana, um estado de espírito otimista significa que você está mais propenso a pensar sobre o seu futuro e, sobretudo, reconhecendo os benefícios á longo prazo do consumo de alimentos nutritivos.

A professora Gardner diz que quando as pessoas estão de mau humor se concentram em ” o que está perto fisicamente ” . E acrescenta: “As pessoas de mau humor optam por comer alimentos que têm uma recompensa imediata, por ser mais eficaz para chamar a sua atenção à formas mais rápidas para melhorar o seu estado de espírito. ” Para evitar esse comportamento eles devem encontrar uma recompensa alternativa, como: falar com amigos ou ouvir música. Diz a professora.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas em um estado de espírito positivo, gostam das opções mais nutritivas e também gostam da ideia de se manter saudável na velhice .

Texto adaptado de http://goo.gl/v9w8PE


Compartilhe isso: