Blog DiCorpo

Se você procura qualidade, inovação e bem-estar,
seja bem-vindo à DiCorpo!

Como manter a saúde com a chegada do outono

O outuno é uma estação de temperatura mais amena, mas é muito comum neste período você sentir uma leve indisposição e dificuldade para respirar. Sabe por quê? De acordo com o infectologista Ricardo Cantarim Inacio, do Hospital Santa Cruz de São Paulo, o ar mais seco e a queda de temperatura gradual dificultam a dispersão de partículas poluentes, que comprometem as trocas gasosas dos pulmões, prejudicando assim o sistema respiratório e cardiovascular.

Crianças, idosos e pacientes com doenças pulmonares estão classificados no grupo de risco, ou seja, são mais vulneráveis a quadros gripais. Segundo o médico, é importante estar atento a possíveis irritações nos olhos, por conta da secura e coceira, que podem indicar conjuntivite, comum durante o outono. Em casos de tosse e febre por mais de cinco dias, o ideal é procurar tratamento médico.

Para evitar os empecilhos da estação, listamos cinco maneiras que podem ajudar a manter a saúde e aproveitar o outono da maneira certa.

1. Mantenha os níveis de hidratação do corpo. O consumo de líquidos é essencial, principalmente de água.

2. Evite longa permanência em locais fechados. A proliferação de alguns vírus é ainda maior nessa época do ano. É importante sempre deixar janelas abertas e permitir que o ar se renove.

3. Pratique a higienização a todo o momento. É imprescindível lavar as mãos com água e sabonete líquido, de preferência, e sempre que possível fazer uso do álcool em gel para finalizar.

4. Mantenha uma alimentação balanceada, com os nutrientes e vitaminas necessárias evita que o corpo fique suscetível a contaminações.

5. A pele fica mais seca com a chegada do outono e isso pode acarretar rachaduras e irritações que desenvolvem alergias na pele. O ideal é usar um hidratante específico para o rosto e outro para o corpo. Banhos quentes também devem ser evitados, pois favorecem o processo de ressecamento da pele.

Fonte: http://bit.ly/2I0XsMt


Compartilhe isso:

Como manter o corpo hidratado no verão

Para aproveitar ao máximo o verão, principalmente durante as férias, é fundamental manter o corpo hidratado. O desajuste entre a perda de água e sua reposição pode levar a quadros de desidratação, que causam sintomas como fraqueza, tontura, dor de cabeça e fadiga.

Para repor a água perdida ao longo do dia, o ideal é criar o hábito de ingerir líquidos mesmo quando não se está com sede. Manter uma garrafa de água por perto é uma boa estratégica para não descuidar da hidratação do corpo.

Além dos dois litros de água necessários para manter o corpo hidratado, outros líquidos podem contribuir para garantir a hidratação, principalmente nos dias mais quentes:

Água de coco

Água de coco: além de refrescante, é saborosa e pode ser consumida tanto em sua forma natural como industrializada. A água de coco é pouco calórica e rica em vitaminas e minerais, que ajudam na reposição de eletrólitos, perdidos com o suor por exemplo.

A água de coco ajuda a repor os nutrientes perdidos no suor / Crédito: Thinkstock

Frutas ricas em água

Podem ser ótimas aliadas da hidratação e ainda contribuem para uma alimentação mais equilibrada e rica em nutrientes. Frutas como abacaxi, melancia, melão, laranja, pera, uva e morango estão nessa lista.

Sucos de frutas

Sem açúcar, os sucos naturais ou feitos a partir de polpas congeladas são uma opção para não descuidar da hidratação e refrescar.

Chás

Quentes ou gelados, eles ajudam a manter o corpo hidratado e em alguns casos podem ajudam também no processo detox. Busque receitas, combine ervas e ingredientes e beba quanto quiser.

Fonte: http://bit.ly/2Ew1JHp


Compartilhe isso:

Saiba como cuidar bem do corpo, cabelo, pele e dentes no verão

Com a chegada do verão, a preocupação com o corpo torna-se regra, mesmo para quem não pretende viajar no período de férias. Prova disso é o aumento das matrículas em academia de esportes, dicas de dietas e tratamentos estéticos com resultados em tempo recorde. Para manter-se em forma de maneira saudável, muitas dicas de especialistas devem ser consideradas, como sempre usar protetor solar, por exemplo, e agora os dentistas unem-se a nutricionistas, médicos e professores de ginástica e alertam para cuidados especiais que devem ser tomados também com a saúde bucal.

Preparamos algumas dicas para você:

Dentes
É importante estar atento tanto a cuidados essenciais como a escovação após a alimentação, e abusardos alimentos considerados higienizadores naturais, como maçã, laranja e pêra, entre outros.

Alimentação 
Alimentos ricos em betacaroteno, como cenoura, manga, abóbora, mamão, laranja e beterraba auxiliam no bronzeamento, além de serem deliciosos.

Cabelo e pele 
Abuse da hidratação. Procure hidratar bastante os cabelos durante o verão, para evitar a ação dos raios solares que ressecam os fios, além de usar produtos adequados antes, durante e após a exposição ao sol. Adote também um hidratante especial para seu tipo de pele sempre depois do banho e use filtro solar diariamente.

Corpo
Hidratação é palavra de ordem, principalmente durante o verão, quando o corpo perde muita água através da transpiração e, por consequência, exige maior cuidado com a reposição de líquidos. A recomendação dos especialistas é ingerir de 1,5 a 2 litros de água pordia.

Fonte: http://bit.ly/2zbt3Gv


Compartilhe isso:

7 dicas para dormir bem depois de dias estressantes

O sono é considerado um problema para grande parte das pessoas. Seja porque as horas destinadas a ele não são suficientes ou porque mesmo que tentemos dormir muito, não temos um sono tranquilo.

Procure avaliar os seus hábitos de sono: já se pegou rolando na cama sem conseguir pregar os olhos apesar de ter tido um dia estressante e cansativo? Isso é muito comum e acontece porque por mais que o corpo esteja implorando por um descanso, a agitação da rotina não nos permite “desligar”.

No entanto, isso é prejudicial para a sua saúde e até mesmo para quem convive com você. Pessoas que dormem mal – ou que simplesmente não dormem – são mais irritadiças, mal humoradas e até mesmo agressivas. Então como deixar de lado uma rotina agitada e conseguir uma boa noite de sono mesmo depois de um dia corrido? Confira dicas que podem ajudá-lo:

Desenvolva (ou melhore) o seu regime de sono

Defina um horário padrão para dormir, deixando de lado qualquer outra coisa que possa ocupar o seu tempo. É importante que você aprenda a planejar o seu dia-a-dia respeitando a hora de dormir.

Da mesma maneira, procure estabelecer um horário para levantar. Esse horário é igualmente importante para balancear o seu descanso.

Elimine distrações que mantenham você acordado

Em geral, coisas pequenas podem atrapalhar seu sono facilmente. Por isso é importante que você se certifique de que seu quarto é um ambiente calmo para seu sono.

Procure desligar aparelhos eletrônicos como o computador e, em alguns casos, até mesmo a TV; mantenha o ambiente silencioso e escuro. Você pode mudar outras coisas que transformarão o seu quarto em um local melhor para dormir, deixando a temperatura agradável e colocando um fundo musical tranquilo.

Termine todos os afazeres do dia

Planeje-se para concluir todas as suas tarefas até a hora estabelecida para ir dormir. Se você tiver todos os itens concluídos – ou pelo menos bem encaminhados – ficará mais tranquilo e relaxará mais facilmente.

Considere se você está realmente cansado e caso a resposta seja negativa invista mais um tempo nos trabalhos que deve finalizar. No entanto, é importante lembrar que os problemas parecem ser maiores na parte da noite, por isso, procure deixar as coisas mais difíceis para serem resolvidas no dia seguinte.

Acalme a sua mente e o seu corpo

O principal motivo pelo qual não conseguimos dormir depois de um dia agitado ou estressante é porque a mente – e algumas vezes o corpo – estão agitados demais para descansar. Por isso é preciso acalmar corpo e mente antes de dormir.

Existem diversas maneiras de fazer isso, como escrever alguma coisa ou ler um livro, desde que ele não tenha uma história cheia de mistérios e adrenalina. Uma boa opção é tomar um banho quente, que ajuda a relaxar os músculos e distrair sua mente, ou ainda fazer leves alongamentos antes de se deitar.

Tente meditar

Depois de um dia agitado esvaziar a mente antes de dormir é um dos melhores métodos de relaxamento. Procure meditar e ignorar os problemas e preocupações por alguns minutos. Mantenha seu cérebro “desligado” da agitação que você passou ao longo do dia.

Você não precisa se sentar e murmurar enquanto medita, mas pode fazer isso em uma caminhada ou mesmo no seu quarto, controlando a sua respiração. Encontre o modelo mais adequado para o seu comportamento e pratique.

Faça um processo de relaxamento muscular

Ao deitar, dedique um tempo para relaxar os seus músculos antes de dormir. Comece prestando atenção à sua respiração e depois, de maneira progressiva, procure relaxar cada parte do seu corpo.

É importante que você não force muito os músculos, nem faça alongamentos enérgicos e pesados, isso vai deixar a sua mente alerta e atrapalhar o seu processo de sono.

Deixe que todos os pensamentos ou preocupações vão embora

Se a sua mente ainda estiver ativa, permita que ela relaxe, assim como você fez com os músculos. Tire todos os pensamentos e preocupações da sua cabeça, dessa forma você conseguirá desligar o seu cérebro.

Você pode fazer isso com exercícios de repetição mental, como contar ou mesmo pensar em respirar e expirar. Nesses casos até mesmo a famosa tática de contar carneirinhos pode ajudar a tirar as preocupações da mente. A ideia é mantê-la ocupada com qualquer coisa diferente dos seus problemas.

 

Fonte: https://goo.gl/47fQbV

 


Compartilhe isso:

11 maneiras para desestressar no dia a dia

Enfrentamos acontecimentos e situações estressantes todos os dias, seja no trânsito, nos prazos para cumprir no trabalho, ou em outras inúmeras situações do dia a dia – e isso só parece ficar pior com a vida moderna. Um levantamento da International Stress Management Association (Associação Internacional do Controle do Estresse) aponta o Brasil como o segundo país do mundo com o maior nível de estresse.

O estresse é a resposta do cérebro à demanda que ele recebe, de acordo com o Instituto Americano de Saúde Mental, e é uma espécie de instinto primal, preparando-nos para fugir ou enfrentar uma ameaça. Existem três tipos de estresse: estresse de rotina, tais como obrigações de trabalho; estresse negativo súbito, como perder o emprego; e estresse traumático, como o que acontece com um desastre natural.

Estas tensões diferentes afetam as pessoas de maneiras diferentes, que vão desde problemas digestivos a dores de cabeça, sonolência e depressão. Um estresse de longo prazo crônico pode aumentar a chance de derrames e doenças cardíacas. Além disso, 44% das pessoas estressadas têm insônia e 40% comem mais do que deviam.

Felizmente, você não precisa de uma semana inteira nos trópicos ou um massagista a espera para ajudar a lidar com o estresse. Confira a lista abaixo com algumas dicas para lidar com a vida estressante de acordo com a quantidade de tempo que você têm disponível.

Uma hora: escreva um diário

De acordo com o Centro Médico da Universidade de Rochester, nos EUA, escrever seus pensamentos ajuda na gestão do estresse, permitindo-lhe compreender melhor seus sentimentos quando tudo ao seu redor parece estar no caos. Manter um diário também ajuda a identificar as causas do estresse para que você possa pensar em soluções sem o julgamento dos outros.

45 minutos: faça uma sessão de yoga

A Yoga pode parecer intimidadora para alguns, com suas posições difíceis e a necessidade de equilíbrio. No entanto, a tentativa de manter a calma enquanto você se contorce em posições difíceis realmente alivia o estresse. Nos obriga a relaxar os músculos e treina o cérebro para não responder automaticamente ao estresse com uma aceleração no ritmo cardíaco e uma respiração superficial, como sempre acontece.

30 minutos: faça exercícios

Exercícios não são bons somente para a sua saúde física, mas para sua saúde mental também. Eles liberam hormônios que melhoram o humor e agem como analgésicos naturais. Eles também ajudam com a função cognitiva e a qualidade do sono. A Associação Americana do Coração recomenda 30 minutos de exercício cinco dias por semana.

20 minutos: tome um banho de espuma

Preparar um banho quente para si mesmo irá aumentar a circulação sanguínea e reduzir o ácido lático nos músculos, permitindo-lhe relaxar fisicamente.

15 minutos: faça uma lista de coisas a fazer

Listar o que você precisa fazer pode ajudar a descobrir se o seu prato está muito cheio. Sem contar que você pode priorizar seus afazeres.

10 minutos: dê uma volta lá fora

Se o tempo permitir, faça uma pausa no trabalho ou nos estudos para ir em um curto passeio ao sol para respirar um pouco de ar fresco. Um estudo de 1998 mostrou que a vitamina D3 teve um efeito positivo sobre a serotonina no cérebro – para não mencionar que você vai alongar as pernas e os outros músculos do corpo, o que sempre ajuda.

7 minutos: beba uma xícara de chá

Pesquisadores da University College de Londres descobriram que aqueles que bebem chá preto ao longo do dia apresentam níveis mais baixos do hormônio do estresse, a cortisona, quando comparados ao grupo de controle. Os bebedores de chá também apresentam menor ativação das plaquetas do sangue, o que pode evitar ataques cardíacos.

5 minutos: imagine um lugar tranquilo

A imaginação guiada é a tentativa de conectar a sua mente e corpo em um estado mental relaxado, usando todos os seus sentidos para criar os detalhes de um local seguro e confortável, como uma praia. Ela é usada para promover o relaxamento e deixar os níveis sanguíneos mais baixos. Então vá em frente e flexione suas habilidades imaginativas.

3 minutos: abrace alguém

A socialização é uma ótima maneira de lidar com o estresse. Além disso, mostrar gratidão pode guiar o seu comportamento para ser mais positivo. Um bom e velho abraço pode ser a solução, pelo menos temporária, para o seu problema.

1 minuto: coloque uma planta em seu ambiente de trabalho

Se você gosta de bonsais, especialistas descobriram que a adição de plantas em ambientes de trabalho melhora a satisfação do trabalhador e a produtividade.

30 segundos: mini mantras

Se você não tem praticamente nenhum tempo, mini-discursos e mantras de respiração podem ajudar a acalmá-lo quando você precisar disso o mais rápido possível. Por exemplo, faça cinco respirações profundas ou conte até 10 antes de falar. Ou crie seus próprios mantras adaptados a situações comuns, como uma briga em família ou a preparação para uma entrevista de emprego.

Fonte: https://goo.gl/8pnujL


Compartilhe isso: