Blog DiCorpo

Se você procura qualidade, inovação e bem-estar,
seja bem-vindo à DiCorpo!

Cuidados com a pele da face

Lavar o rosto é algo que aprendemos desde muito cedo e que se torna um hábito necessário ao longo da vida. Mas será que você está fazendo isso de maneira correta? É importante lembrar que a pele do rosto é a mais sensível do seu corpo, logo, ela merece um cuidado ainda mais especial para que fique sempre saudável.

Separamos algumas dicas importantes que podem ajudar na hora de fazer a limpeza correta da sua pele.

Lave as mãos antes de lavar o rosto

Apesar de parecer que ao lavar o rosto você já está lavando as mãos também, não é bem assim que acontece. As suas mãos possuem bactérias que os produtos que utilizados para o rosto não conseguem eliminar pelo fato de não serem fortes o suficiente.

Não use sempre o mesmo produto

Geralmente, quando gostamos do resultado que algum produto causa em nossa pele, mantemos ele na nossa rotina por muito tempo, porém nem sempre é uma boa ideia. Com a mudança das estações a nossa pele também precisa de uma mudança nos cuidados. O verão faz com que o seu corpo produza mais suor, pedindo um tipo de produto que é diferente do que você usa no inverno. Então fique atenta para não usar os mesmos produtos sempre.

Temperatura da água

Outra dica importante é a temperatura da  água. A mudança de temperatura da água não varia de acordo com as estações, o correto é mantê-la sempre fria, no máximo morna caso faça bastante frio onde você mora. E sim, essa dica também vale para quando você lavar o rosto no banho.

Esfoliar

A esfoliação facial não deve ser feita todos os dias, o mais indicado é que ela aconteça uma vez por semana. O seu tipo de pele também influencia bastante. Se ela for seca, oleosa ou mista, o mais correto é esfoliar até uma vez por mês.

Aplicação dos produtos

Para que sua pele absorva e se beneficie dos produtos que você aplica nela é preciso fazer movimentos circulares e sempre na direção contrária a do pêlo, desta forma você estará limpando todas as áreas do rosto. E não se esqueça, é muito importante enxaguar bem o rosto para que os poros não acumulem resíduos causando acne e o ressecamento da pele.  

 


Compartilhe isso:

Os benefícios da vitamina C para a sua pele

A vitamina C é um dos nutrientes com os melhores benefícios para a nossa saúde. Ela é extremamente necessária para o sistema imunológico, especialmente nas estações frias do ano. Além disso, ela ajuda, com seu efeito antioxidante, a eliminar os radicais livres da pele e reduzir os sinais de envelhecimento.

Outro benefício importante da vitamina C é ajudar no combate à manchas na pele, agindo na inibição da produção da tirosinase, enzima responsável pela pigmentação.  

Por ser uma vitamina hidrossolúvel é preciso que ela seja reposta através de complementos vitamínicos ou com alimentos. A sua falta faz com que o organismo obrigue-se a removê-la da pele, tornando o tecido extremamente vulnerável. A reposição dessa vitamina é essencial na sua dieta, seja através dos alimentos (que é a melhor forma de reposição) ou dos complexos vitamínicos. As melhores fontes naturais são frutas cítricas como abacaxi, limão e laranja. Entretanto, outros alimentos como tomate, manga, kiwi, mamão, morango, brócolis e couve-flor também são ótimas fontes da vitamina.

O uso de cosméticos a base dela também são de grande ajuda para uniformizar e aumentar a elasticidade da pele, clarear, suavizar as rugas e marcas de expressão, combater os radicais livres e auxiliar na produção do colágeno. Mas atenção: todos esses benefícios são válidos apenas para produtos que contenham 20% da vitamina em sua produção.

 


Compartilhe isso:

Exercícios para desestressar

A rotina agitada de trabalho, vida pessoal e doméstica pode tirar muitas pessoas do sério, causando estresse e cansaço excessivo. Assim, é preciso buscar alternativas para relaxar no fim do dia. Uma ótima opção são os exercícios leves, e muitos deles podem ser feitos em casa! Confira:

Técnica de relaxamento muscular 

Para este exercício é preciso estar com a mente relaxada e estar confortável. Volte a concentração para algum ponto do seu corpo. Por exemplo, inicie a atividade pelo pé esquerdo, até começar a sentir pequenas vibrações que subirão pela perna e chegarão ao corpo todo, eliminando as tensões.

Meditar caminhando 

Não muito conhecida como a meditação tradicional, a prática de se caminhar meditandoé indicada para as pessoas que têm dificuldades de concentração estando sentadas. Para começar, encontre um lugar tranquilo. Em seguida, é preciso pensar que não se tem um destino definido para esta caminhada. Tente andar sem sapatos para entrar em contato com a energia do solo.

Procure andar de maneira alinhada, deixando braços e ombros soltos e voltando a atenção apenas para os passos. Aos poucos, transfira o peso de um pé para o outro de forma que um deles fique totalmente leve em cada passo. É essencial caminhar lentamente, sentindo o movimento em todos os pontos das pernas – coxas, joelhos e panturrilhas – e dos pés – o dos dedos no chão, da palma e do toque do calcanhar.

Conserve o olhar voltado para o chão em uma distância de aproxidamente um metro do corpo -  não é preciso olhar para as pernas. Caso o pensamento se afaste para outras coisas, retorne aos poucos a atenção na meditação, respirando regular e pausadamente.

Ioga para iniciantes

A Ioga possui vários movimentos e alguns podem parecer difíceis para quem está começando. A saudação ao sol é uma das sequências mais conhecidas e é simples, podendo ser feita em casa. Comece a atividade ficando em pé, com as palmas das mãos juntas em frente ao peito. Curve o tronco para trás com os braços esticados. Em seguida, volte o corpo para frente e leve as mãos até os pés. Coloque as palmas das mãos no chão, deixando um dos joelhos dobrados e a outra perna esticada para trás. Deite de bruços e levante o tronco, deixando o peito bem aberto. Por fim, apoie as duas mãos e os dois pés no chão, de forma que as costas fiquem esticadas e os quadris para o alto.

Fontehttps://goo.gl/NvoVbN


Compartilhe isso:

Dicas Para Sair do Sedentarismo

Espante a preguiça com atividades que, além de ajudarem a eliminar os quilinhos extras, beneficiam outras áreas da saúde. Assim como um carro parado por muito tempo acaba enferrujando, o corpo humano não foge à regra. Isso porque manter o sedentarismo por anos pode comprometer varias áreas do organismo, fazendo com que ele sofra com o envelhecimento precoce, ou seja, a pessoa pode ter 50 anos, mas aparentar um corpo – e disposição – de um individuo de 70, por exemplo.

A boa noticia é que nunca é tarde par começar a se mexer: desde crianças até idosos podem (e devem!) praticar atividades físicas. Confira algumas dicas. 

Caminhada: a caminhada é uma das principais dicas para sair do sedentarismo. Pois, você conhece algum exercício mais fácil do que a caminhada? Podendo ser praticada em qualquer idade, a modalidade é a atividade mais democrática que existe. Além disso, ela ajuda a manter a forma muscular de membros inferiores e, para as pessoas que são muito sedentárias, ela pode auxiliar na melhora da capacidade cardiorrespiratória.

Corrida: a corrida é outra boa alternativa para sair do sedentarismo. Pois, para quem deseja perder peso, a atividade é ideal. Por ser um exercício aeróbico – o corpo usa o oxigênio e os nutrientes como glicose, gordura e carboidrato para produzir energia para o músculo, a corrida ajuda a eliminar muitas calorias. Além disso, ela melhora o condicionamento cardiovascular e, se for realizada de maneira intervalada, aumenta e potencializa a redução de gordura. 

Natação: para espantar o calor, a atividade é muito bem-vinda. Além disso, ela diminui o impacto sobre as articulações, o que é benéfico para quem sofre com dores nos joelhos, por exemplo. A modalidade ainda estimula a tonicidade muscular e permite que braços, pernas, cabeça, tronco e quadril trabalhem juntos. A adequação física gerada pela natação é muito parecida com a da corrida: aumento do condicionamento cardiovascular e do metabolismo. E, se a natação for realizada de maneira intervalada, isso é, em vez de você nadar continuamente, você dar tiros na mais alta intensidade, potencializa a queima de gordura e melhora ainda mais o condicionamento cardiovascular.

Dança: Quer se divertir e, ao mesmo tempo, perder peso? Pois saiba que a dança é a modalidade perfeita para você. Além de estreitar amizades, ela é benéfica à saúde. Além disso, está relacionada ao beneficio mental, de as pessoas fazerem, se alegrarem e terem um momento de descontração.

Artes marciais: O Judô, jiu-jítsu, Kung fu… as opções são muitas e os benefícios também. Se elas forem realizadas de maneira alternada, isto é, com estímulos de baixa intensidade, elas, ajudam a melhorar o condicionamento cardiovascular, a potencializar a redução de gordura e a aumentar a massa muscular. Além disso, pessoas que praticam artes de maneira constante – de duas a três vezes por semana – são mais confiantes.

Musculação: Quem tem “um pé atrás” com essa modalidade deve mudar de opinião. Isso porque os benefícios proporcionados pela prática são visíveis. Além disso, a musculação aumenta a massa muscular e o metabolismo de repouso, por isso, as pessoas consomem mais gordura no momento de repouso. A atividade ajuda a emagrecer porque aumenta o potencial de oxidação, ou seja, a queima de gordura. Na terceira idade, ela pode contribuir para que pessoas fiquem muito mais independentes, já que um indivíduo idoso, que pratica musculação, terá mais autonomia para subir escadas e diminuir as chances de uma queda. Por isso, é o suprassumo das atividades físicas.

Fonte: https://goo.gl/7Ujvh1


Compartilhe isso:

Hábitos de beleza que vão aumentar muito sua disposição

Você janta cedo, se exercita, dorme as oito horas recomendadas e ainda se sente exausta ao acordar. Se você já segue a maioria das recomendações necessárias para ter disposição e ainda assim precisa de um empurrãozinho para enfrentar o dia, pode ser por uma (ou mais de uma) das seguintes razões abaixo. Conheça 10 hábitos que podem explicar a sua fadiga crônica e fique atenta sobre como corrigi-los para mudar a sua vida.


1. Tome vitamina D

Você passa a maior parte do dia dentro de seu escritório ou em casa? O sol é essencialmente necessário para sintetizar a única fonte de vitamina D presente em seu corpo e, se você não expõe a ele, seu sistema imunológico fica enfraquecido. Por isso, é normal passar o outono e inverno mais cansada que o resto do ano. Você pode evitar a indisposição comendo peixes gordos como o salmão, atum, além de leite, iogurte e cereais.

2. Tente aplicar a regra das 8h

São oito horas de trabalho, oito horas de lazer e oito horas descanso. Quando você sofre de estresse relacionado ao trabalho, observa uma perda de energia física e mental. E não importa quantas você durma, só um período de descanso e calma prolongado lhe permitirá restabelecer o ritmo normal. Se você também aprende a priorizar, delegar e relativizar, a suas segundas-feiras serão menos piores.

3. Durma em um bom colchão com uma roupa confortável

Você acorda à noite porque se sente desconfortável? Se você dorme no mesmo colchão há mais de 10 anos, pode estar na hora de trocar. Mas, o fato não está relacionado apenas ou necessariamente à sentir dor nas costas, mas ter noites de desconforto psicológico, térmico, com sonhos e noites sem dormir.

4. Reduza a ingestão de álcool e bebidas açucaradas

A qualidade do sono também é sensível aos efeitos do álcool e, mesmo que você tenha impressão de que a bebida ajuda a dormir num primeiro momento, a realidade é que deixa o sono mais leve e fracionado. O mesmo vale para bebidas açucaradas. Elas não apenas estragam a pele, como também a envelhecem prematuramente, isso sem falar no resto.

5. Beba 10 copos de água por dia

É difícil beber os dois litros de água recomendados diariamente? Pode ser complicado lembrar disso durante todo o dia, mas esse é um hábito simples que pode reduzir o seu cansaço. O corpo perde diariamente um litro e meio de água, que você tem que recuperar com, pelo menos, 10 copos de água. Para não enjoar, experimente dar sabor à bebida adicionando ingredientes aromáticos que também ajudam a desintoxicar o corpo.

6. Se cerque de pessoas positivas

O cérebro possui os chamados 'neurônios espelho', que fazem você se sentir bem quando se encontra com alguém saudável e divertido, e mal quando aqueles que o rodeiam também o estão. Da mesma forma, se você for mais feliz, também vai ser uma influência positiva para seus entes queridos.

7. Coma alimentos ricos em ferro

Uma simples falta de ferro pode causar a perda de toda a energia. A deficiência de ferro não só leva à fadiga constante, como também prejudicar a qualidade do sono. Por isso, se certifique de incluir na sua dieta alimentos ricos no mineral: leguminosas (feijões e lentilhas), carne vermelha, nozes e cereais.

8. Não coma na frente do computador

Comer na frente do computador pode fazer você ingerir, só na sua jornada de trabalho, 1.200 calorias extras. E se alimentar mal é uma das razões mais comuns pelas quais nos sentimos cansados. Coma alimentos ricos em magnésio e fibra, peixes com ômega 3, legumes e frutas para dar uma injeção de energia para o seu corpo. No jantar, escolha refeições leves para facilitar a digestão, mas não passe fome.

9. Deixe entrar luz natural

Sua fadiga é acompanhada por alguma depressão e mau humor? Os raios UV estimulam a produção de endorfinas, hormônios da alegria e bom humor. Por isso, a falta progressiva de luz natural nos meses de outono e inverno faz você se sentir exausta e mais triste. O melhor remédio é tentar passar mais tempo ao ar livre.

 

Fonte: https://goo.gl/WEa90j


Compartilhe isso: