Blog DiCorpo

Se você procura qualidade, inovação e bem-estar,
seja bem-vindo à DiCorpo!

11 truques para ter mais energia

A gente já se acostumou a correr contra o relógio para dar conta de trabalho, estudo, tarefas domésticas e achar que a vida é assim mesmo: quanto mais agitada, melhor. Só que um dia o corpo reclama. É quando você percebe que está exausta, desmotivada, se sentindo feia e sem energia nem para se divertir. Nessa hora, é importante repensar o estilo de vida e colocar em prática atitudes que dão um choque no desânimo e renovam o astral em instantes. Quer ideias? Entregamos várias para você ter na manga e usar no trabalho, em casa, a dois ou a sós.  

1. Filtre as companhias 

Há pessoas que são como vampiros emocionais: sugam sua energia e deixam você para baixo. Gente tagarela, que reclama demais ou só fala da própria vida costuma ser assim e, se você não se proteger, entra nessa relação sem perceber. "A pessoa não precisa ser do mal para ter esse poder sobre o outro", fala a psicóloga Carmen Cerqueira Cesar, de São Paulo. "Uma amiga querida ou colega de trabalho com quem você se dá bem tem essa capacidade. Cabe a você colocar limites para não se deixar contaminar." Corte a conversa com jeitinho ou invente uma mentira branca para evitar um encontro se sabe que não vai sair inteira dele. Assim, você não só preserva seu bem-estar mas a amizade também. 
 

2. Sexo para reanimar 

Se nos dias em que chega em casa exausta e louca para se jogar no sofá a última coisa em que pensa é transar, não sabe o que está perdendo. Nos momentos de excitação, o organismo turbina a secreção de dopamina, endorfna e serotonina, substâncias que batem os níveis de cortisol e elevam o humor, a alegria e a disposição. De quebra, você levanta zerada no dia seguinte - um estudo da Arizona State University, nos Estados Unidos, revelou que mulheres que haviam feito sexo na noite anterior acordaram mais relaxadas e bem-humoradas. 
 

3. Cheiro de bem-estar 

Leve na bolsa ou deixe na mesa de trabalho um blend de óleos essenciais capaz de dar um up imediato na disposição: com bergamota, grapefruit e limão é uma opção. O aroma age direto no cérebro, estimulando e reequilibrando os hormônios do bem-estar - é só aplicar nos locais em que dá para sentir a pulsação, como pescoço e pulsos, sempre que precisar de uma injeção de ânimo. 
 

4. Laranja para levantar o astral 

Nas unhas, na maquiagem ou na roupa, nem que seja apenas em um acessório, essa cor tem tudo para colocá-la para cima no ato: ela afasta as energias negativas, estimula a mente e chama a alegria. E está súper na moda. Ou seja, com ela, é dois a zero para o alto-astral e a autoestima.
 

5. Silêncio mágico 

Ficar só e calada de vez em quando funciona para escutar o que o corpo e as emoções pedem - e não tem nada a ver com estar triste ou de mal com a vida. "Aí, conseguimos processar tanta informação que recebemos o tempo todo e achar sentido na vida", diz Carmen Cerqueira Cesar. "É como colocar cada arquivo na pasta certa para o computador (ou nossa mente) não dar pau", completa. 
 

6. Transforme angústia em alegria 

A terapeuta Ma Deva Suvalia, do Hotel Ponto de Luz, em Joanópolis (SP), ensina um exercício capaz de transformar sofrimento e ansiedade em sentimentos bons: feche os olhos e visualize um ponto no meio do tórax, que corresponde ao chacra do coração. Inspire mentalizando seus medos e preocupações e expire pensando em coragem e tranquilidade, sempre focando o ponto no coração. Em cinco minutos, vai se sentir mais leve, renovada e pronta para encontrar soluções positivas para o que incomoda você. 
 

7. Faça um spa em casa 

Tomar um banho quentinho e sem pressa já é um bálsamo contra o cansaço e a falta de ânimo. Para sair completamente renovada, aproveite os minutos embaixo do chuveiro e faça uma esfoliação no corpo com um punhado de sal grosso triturado com alecrim, manjericão e outras ervas aromáticas de que você gosta. "O processo renova a pele, libera aromas que refrescam e revigoram e neutraliza as energias negativas e positivas", fala o terapeuta Michael Roriz, do Blue Garden Spa, em São Paulo. Enquanto isso, aproveite para mentalizar coisas boas e focar no barulhinho da água caindo pelo corpo. 
 

8. Recarregue com chocolate 

O doce já é nosso amigo nos momentos de baixo-astral, mas a notícia melhor ainda é que ele entrega energia extra quando vem na forma de uma bebida quentinha. Primeiro, porque contém cafeína e teobromina, que estimulam o corpo a produzir endorfna e serotonina, substâncias relacionadas ao bem-estar e a emoções positivas. E, como revelou um estudo da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, publicado na revista Science, o simples fato de segurar uma caneca com uma bebida quente deixa você mais segura e para cima. 
 

9. Suco que levanta 

Não dê mole para o desânimo e copie esta receita sugerida pela nutricionista Karoline Jorge, da KJ Nutricional Consultoria e Assessoria, em São Paulo, para começar o dia com pique total: bata no liquidificador 1 copo (200 ml) de suco de laranja, 1/3 de cenoura picada, 1 polpa de açaí e 1 colher (chá) de guaraná em pó. O açaí carrega ferro, mineral que em falta no organismo pode levar a cansaço e anemia. Combinado com o guaraná, a frutinha forma uma dupla revigorante. A laranja e a cenoura colaboram para a eliminação de toxinas e a renovação de todas as células do corpo. 
 

10. Mexa o corpo 

Pode soar contraditório, mas quando você se sente exausta, uma das melhores coisas a fazer para recuperar o pique é malhar. Não precisa ser em alta intensidade nem até suar em bicas. Um estudo da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, mostrou que adultos que pedalaram em baixa intensidade por 20 minutos, três vezes por semana, sentiram 65% menos fadiga do que o grupo que não se movimentou e 16% mais dispostos do que quem praticou exercício pesado. É que mexer o corpo aumenta a oxigenação do sangue e dos tecidos e estimula a produção de substâncias que garantem energia, disposição e bem-estar, como dopamina, adrenalina, endorfina e serotonina. 
 

11. Banana a tiracolo 

Não tem fruta mais prática que essa para matar a fome fora de hora, e o melhor é que ela também esbanja propriedades. "É ótima para quando falta energia, pois tem frutose e um tipo de aminoácido que serve como matéria-prima para a produção de serotonina, que garante bem-estar e disposição", diz Karoline Jorge.

Fonte: https://goo.gl/RAeN7V


Compartilhe isso:

6 alimentos que despertam ainda mais do que o café: é instantâneo

Quando você está cansada, dormiu mal ou mesmo sente a necessidade de garantir pique extra, imediatamente recorre a uma xícara de café para afastar a preguiça. A cafeína é, de fato, uma substância estimulante que cumpre a função, mas segundo o site de notícias sobre nutrição "Prevention", há outros alimentos que despertam ainda mais do que o cafezinho. Confira abaixo as sugestões para conquistar mais energia com pequenas mudanças no cardápio:

Aveia: De baixo índice glicêmico, o alimento que combina com o café da manhã garante rápida absorção do organismo de carboidratos transformados em combustível. Além de garantir saciedade, a aveia contribui para a dieta e pode ser combinada com frutas e iogurte, variando sempre o cardápio.

Água: Desidratada, seu corpo e sua mente não são capazes de funcionar perfeitamente. Manter por perto todo o dia uma garrafa de água, preferencialmente gelada, ajuda a despertar o organismo e te deixar mais disposta.

Semente de chia: Rica em ômega 3, acelera a digestão, promove bom funcionamento do organismo, contribui para a dieta e ainda ajuda a afastar a preguiça e te deixar mais alerta. Versátil, o alimento pode ser adicionado a iogurtes, geleias e no preparo de pães e tapioca.

Folhas orgânicas: Vegetais folhosos cultivados de maneira natural possuem grande quantidade de vitaminas do complexo B, que ajudam o corpo a converter alimentos em energia.

Hortelã: De acordo com estudos, somente o aroma da hortelã já é capaz de aumentar a vigilância e diminuir a fadiga do corpo. A erva pode ser utilizada em chás ou em preparo de sucos naturais e saladas.

Ovo: Rico em proteína, o alimento que por muito tempo foi considerado vilão da saúde pode garantir pique e energia quando consumido, por exemplo, no café da manhã.

Fonte: https://goo.gl/Cq39FI 


Compartilhe isso:

Como manter a pele sempre bonita

1 - Para as olheiras: durma bem, use cremes para amenizar as manchas, faça compressas de chá de camomila por dez minutos e faça pequenas massagens para irrigar o local. Um bom corretivo ajuda a disfarçar.

2 - Não sobrecarregue pele oleosa com cremes muito consistentes, pois estes dilatam os poros e facilitam aparecimento de cravos.

3 - Procure ingerir pelo menos dois litros de água por dia, para hidratar o organismo. Como conseqüência, sua pele ficará mais bonita.

4 - Quando você sentir a pele do rosto cansada e sem brilho, faça um chá com três folhas de sálvia ou malva. Lave o rosto e em seguida enxágüe com água fria. Você vai sentir a pele mais fresca e relaxada.

5 - Drenagem linfática facial é um tipo de massagem que promete melhorar o inchaço do rosto e das olheiras, atenuar as rugas e melhorar o aspecto da pele.

6 - Sempre retire a maquiagem antes de dormir.

7 - Antes de passar uma máscara facial, use hidratante para não ressecar muito a pele.

8 - Use protetor solar diariamente, mesmo que não vá se expor diretamente ao sol.

9 - Uma vez por semana, faça uma esfoliação na pele para retirar as células mortas.

10 - Para lavar o rosto, utilize sabonetes neutros especiais para o rosto.

11 - Use hidratantes específicos para a área dos olhos, essa região é muito sensível e merece um cuidado especial.

12 - Seja fiel à limpeza diária no rosto antes de dormir, assim sua pele irá respirar melhor. Além disso, os nutrientes dos cremes hidratantes penetram melhor na pele.

13 - Máscara para pele com espinhas - Ingredientes: 1 maço de salsinha, 2 colheres de extrato de alecrim e 1 gaze. Instruções: Amasse bem a salsinha e acrescente o extrato. Aplique essa mistura em cima da gaze. Em seguida, limpe o rosto e cubra-o com a gaze, deixando agir por 30 minutos. Remova  os resíduos da pele com água e sabonete indicado. A máscara pode ser aplicada uma vez por semana. 

14 - Esfoliação no rosto - Ingredientes: 2 colheres de sopa de aveia, 2 colheres de sopa de mel e 1 gaze. Instruções: Lave o rosto com água morna e use um sabonete neutro. Umedeça a aveia na água fria e com a gaze espalhe-a pelo rosto em movimentos circulares. Em seguida, enxágüe o rosto com água gelada e passe o mel, deixando por 15 minutos. Lave novamente o rosto com água gelada e passe, em seguida, um creme hidratante. A esfoliação pode ser feita semanalmente.

Fonte: http://goo.gl/a7vDDZ


Compartilhe isso:

Sedentarismo

O sedentarismo custa à economia global US$ 67,5 bilhões (R$ 220 bilhões) todo os anos, mais do que o PIB do Paraguai. Desse total, US$ 58,8 bi são gastos anualmente em cuidados médicos decorrentes da inatividade prolongada, além de US$ 13,7 bi que são perdidos todos os anos em produtividade.
 

As estimativas são parte de uma série de estudos publicada na revista científica Lancet , que revela ainda que o sedentarismo mata todos os anos cerca de 5 milhões de pessoas ─ um número de mortes equivalente ao do tabagismo e maior do que o da obesidade.

A pesquisa chama atenção para os malefícios do sedentarismo e o perigo de morte que ele representa. Os cientistas ressaltam que passar mais de oito horas por dia sentado aumenta as chances de morte prematura em 60%.

Mas o artigo da Lancet revela ainda que exercitar-se durante uma hora por dia pode contrabalançar os efeitos nocivos de trabalhar sentado por longos períodos.

Uma equipe formada por cientistas de diferentes países descobriu que o risco de morte era de 9,9% para quem permanecia sentado por 8 horas por dia e mantinha um estilo de vida sedentário.

Já quem permanecia sentado pela metade do tempo (4h) e se mantiva ativo por 1 hora por dia, tinha o risco de morte reduzido para 6,8%.

Os pesquisadores também descobriram que o aumento do risco de morte associado a ficar oito horas sentado por dia foi completamente eliminado nas pessoas que fizeram pelo menos uma hora de exercício físico diariamente.

Eles acrescentam que, atualmente, o sedentarismo constitui uma ameaça tão grave à saúde pública quanto o tabagismo e já mata mais do que a obesidade.

Intervalo

Os cientistas recomendaram a quem passa muitas horas trabalhando sentado fazer um intervalo de cinco minutos a cada hora, além de se exercitar durante o almoço e à noite.

Responsável pela pesquisa, o professor Ulf Ekelund, da Escola Norueguesa de Ciências do Esporte e da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, disse que não é necessário "ir à academia" para compensar o prejuízo de trabalhar longas horas sentado.

"Você não precisa fazer um esporte. Você não precisa ir à academia. Você pode fazer uma simples caminhada, talvez durante a manhã, durante o horário do almoço, ou depois do jantar à noite. Você pode dividir isso durante o dia, mas precisa fazer pelo menos 1 hora de atividade física para obter os efeitos positivos".

O estudo analisou dados de 15 pesquisas anteriores, muitas das quais envolvendo pessoas cima de 45 anos dos Estados Unidos, da Europa Ocidental e da Austrália.

Os autores descobriram que uma hora de exercício de "intensidade moderada", como caminhar a 5,6 km/h ou andar de bicicleta por prazer a 16 km/h, foi suficiente para contrabalançar os efeitos nocivos de permanecer sentado por longos períodos.

Ekelund disse ainda que um intervalo de cinco minutos a cada hora fechada, mesmo que seja ir buscar documento na impressora, poderia trazer benefícios à saúde do funcionário.

Mudanças

Os cientistas afirmaram que a combinação de passar muitas horas trabalhando sentado e ainda assistir à TV à noite sentado no sofá de casa vem se provando letal.

Eles cobraram maiores mudanças nas políticas do governo, de modo a estimular hábitos saudáveis, como aumentar a distância entre os pontos de ônibus para forçar as pessoas a andar mais, fechar o acesso de ruas a veículos durante o fim de semana e abrir academias de ginástica gratuitas nos parques.

Segundo os pesquisadores, os empregadores também devem encorajar os funcionários a realizar atividades físicas, ao fornecer chuveiros e academias, além de estimular intervalos mais longos.
 

Fonte: http://goo.gl/L13ntM


Compartilhe isso:

Como manter a saúde mental e emocional

Para ter uma vida melhor é preciso estar com a saúde em dia. E ao falar de saúde não se deve pensar apenas numa abrangência física. O organismo humano é um todo composto por aspectos fisiológicos, mentais, emocionais e espirituais. Portanto, para estar com uma boa saúde é preciso considerar esses quatro aspectos. Hoje falaremos sobre a saúde mental e emocional e relacionar dicas para mantê-las.

De acordo com Wilfredo Rodriguez, em seu artigo “Como manter a saúde mental”, no site Saúde e Lar, afirma que saúde mental “consiste numa relação equilibrada entre as emoções (sentimentos), atitudes (pensamentos) e ações (comportamentos)”. Sendo assim, deduzimos que a mente e a emoção andam bem próximas. Muitas são as causas que podem ocasionar problemas mentais, dentre eles traumas psicológicos do passado, situações de forte desiquilíbrio emocional e também outras causas de cunho genético. Todos nós estamos passivos a ter comprometimentos mentais, assim como podemos adotar comportamentos preventivos para nos manter saudáveis, tanto no aspecto mental como emocional.

Saúde emocional não é a mesma coisa que saúde mental, mas ambas estão relacionadas, afinal, uma pessoa mentalmente doente não pode estar emocionalmente saudável. Na verdade, muitas vezes são os problemas de ordem emocional que causam as complicações mentais. Por isso é muito importante cuidar tanto de uma como de outra. Veja como a OMS (Organização Mundial de Saúde) define saúde emocional:

“Saúde emocional é um estado de bem-estar onde o indivíduo realiza suas próprias habilidades, lida com os fatores estressantes normais da vida, trabalha produtivamente e é capaz de contribuir com a sociedade.”

Algumas pessoas se encontram em estágios onde é indispensável a interferência de um profissional, mas quando não é este o caso, pode-se evitar que muitos problemas surjam no decorrer da vida. E não são atitudes difíceis. Na verdade, todos nós podemos adotá-las no dia a dia.

Melhore o pensamento

O pensamento atua como um ponto de partida. Pensamos, sentimos e depois exteriorizamos. Nossas emoções vêm do pensamento. Se alimentarmos hábitos negativos, ou melhor, pensamentos negativos, eles irão com o tempo se tornar uma realidade, seja através de palavras ou de ações. Se você quer ter saúde mental e emocional evite o negativismo.

Seja otimista

Adote pensamentos de esperança e otimismo, mesmo quando a situação não for favorável. Lembrando que este é um processo diário e que deve ser mantido em todos os segmentos, seja no lar, no trabalho ou em sociedade. Da mesma forma que acostumamos e ficamos viciados com o negativo, acontece com o positivo, basta praticar.

Faça o que gosta

É preciso ter satisfação na vida. Ela é uma emoção que faz com que a pessoa sinta bem-estar, amor por si e pelos outros. Ter um hobby, fazer uma atividade física, sair com os amigos ou com a família, todos esses são hábitos que geram satisfação e vontade de desfrutar bem os prazeres da vida.

Evite o isolamento

A solidão é uma experiência que deve ser vivida dentro dos seus limites e é necessária muita maturidade para isso. Mesmo que você goste dos seus momentos de solidão, nunca deixe ultrapassar a normalidade. Procure pessoas, faça amigos, esteja com eles, converse, se distraia.

Tenha sonhos e objetivos

Os sonhos alimentam nossa alma, nos faz ter vontade de viver e predisposição para a felicidade. Pense no que você quer conquistar, anote suas metas, estabeleça prazos. Ocupe-se com os seus sonhos e corra atrás deles.

Na verdade existem muitas formas de prevenir problemas de ordem mental e emocional. Neste artigo relacionamos o que é indispensável para o equilíbrio neste aspecto. Muitos hábitos podem ajudar como ter um animal de estimação, estabelecer um diálogo saudável em família, estudar, fazer parte de um grupo, enfim, são muitas as possibilidades e isso pode variar de acordo com cada pessoa. O que importa é ter a consciência de que o cuidado é a chave para uma boa saúde. Não dê muita importância ao que é negativo, não comprometa sua saúde alimentando raiva e ressentimentos. Lembre-se que a harmonia parte do comportamento de cada um de nós.

Fonte: https://goo.gl/h04amA


Compartilhe isso: