Blog DiCorpo

Se você procura qualidade, inovação e bem-estar,
seja bem-vindo à DiCorpo!

10 dicas para tornar seu treino na academia mais eficaz

Ir para a academia não é para todos a atividade mais prazerosa do dia, no entanto, algumas dicas podem fazer essa tarefa ser mais leve e produtiva. Ganhar tempo na hora do treino e, ainda assim, ter bons resultados, é uma ótima motivação para não fugir do treino diário. Confira 10 dicas selecionadas pelo site Fit Sugar.

 

Comece com algo que você gosta
Depois do aquecimento, comece seu treino com o exercícios que você mais gosta. Gosta de fazer flexões? Então parta para elas antes de se jogar nos aparelhos. Gosta de turbinar os bíceps? Então comece por eles. Isso irá trazer motivação e melhorar seu humor para as tarefas que virão na sequência.

 

Evite os horários de pico
Obviamente, chegar à academia fora dos horários de pico fará com que termine o treino mais rápido. Sendo assim, você deve reparar quais são os dias e horários menos procurados. As noites de quinta geralmente são mais tranquilas, assim como as tardes de sexta-feira.

 

Divida um treinador com um amigo
Ter um treinador é uma forma eficiente de se manter em forma, desde que ele ou ela o mantenha focado. Entretanto, contratar um personal trainer pode ser um pouco custoso em termos financeiros. Uma boa saída seria dividir as sessões com um ou mais amigos. Alguns profissionais podem até mesmo oferecer taxas melhores para grupos.

 

Observe uma aula antes de testá-la
Não perca seu tempo em uma aula que não tem a ver com você. Antes de tentar uma nova modalidade, pare para observar a atividade. Por cerca de dez minutos, posicione-se do lado de fora e fique de olho na ação, para poder ter noção se gostaria ou não de fazer este tipo de exercício.

 

Seja competitivo
Na esteira ou na bike, olhe para alguém perto de você, que esteja de fato treinando pesado, e tente superá-lo. Apenas fique atenta para não extrapolar demais os próprios limites.

 

Quebre os seus intervalos
Quando estiver fazendo abdominais, flexões, ou exercícios com pesos, divida os seus intervalos em grupos menores. Se 20 vezes parece impossível, divida isso em quatro vezes de cinco repetições. Os intervalos menores parecem mais fáceis de conquistar, fisicamente e psicologicamente.

 

Faça com que o treino seja mais leve e rápido
Quem tem tempo para gastar horas na academia? Obtenha os mesmos resultados em um período de tempo menor, mas aumentando a intensidade. Intervalos intensos irão queimar a gordura mais rapidamente, e trazem benefícios para o sistema cardiovascular. Procure descobrir novas ideias neste sentido, diminuindo o tempo que fica na academia.

 

Combine exercícios de alongamento e força
Se estiver esperando para usar a esteira, aproveite para fazer alguns agachamentos ou abdominais. Você também pode dividir seu tempo entre exercícios de força e alongamentos. Você pode alongar os músculos que já trabalhou ou fazer alongamentos complementares aos músculos que vai trabalhar.

 

Não perca tempo no vestiário
Se você não está acostumado com academias, o vestiário pode ser uma armadilha para se perder tempo. É preciso criar algumas estratégias para fazer com que o tempo gasto neste recinto seja mínimo. Se o seu treino é durante o almoço, por exemplo, prefira roupas que podem ser trocadas com facilidade, ou encha sua garrafa de água antes de entrar na academia.

 

Termine o treino pelo menos três horas antes de se deitar
Para ter certeza de que estará descansado para o seu próximo treino, é preciso encerrar as atividades pelo menos três horas antes de dormir, pois pode demorar um certo tempo para o seu corpo esfriar e sua frequência cardíaca diminuir. 

 

Fonte: https://bit.ly/2LpFkNr


Compartilhe isso:

Dicas Para Sair do Sedentarismo

Espante a preguiça com atividades que, além de ajudarem a eliminar os quilinhos extras, beneficiam outras áreas da saúde. Assim como um carro parado por muito tempo acaba enferrujando, o corpo humano não foge à regra. Isso porque manter o sedentarismo por anos pode comprometer varias áreas do organismo, fazendo com que ele sofra com o envelhecimento precoce, ou seja, a pessoa pode ter 50 anos, mas aparentar um corpo – e disposição – de um individuo de 70, por exemplo.

A boa noticia é que nunca é tarde par começar a se mexer: desde crianças até idosos podem (e devem!) praticar atividades físicas. Confira algumas dicas. 

Caminhada: a caminhada é uma das principais dicas para sair do sedentarismo. Pois, você conhece algum exercício mais fácil do que a caminhada? Podendo ser praticada em qualquer idade, a modalidade é a atividade mais democrática que existe. Além disso, ela ajuda a manter a forma muscular de membros inferiores e, para as pessoas que são muito sedentárias, ela pode auxiliar na melhora da capacidade cardiorrespiratória.

Corrida: a corrida é outra boa alternativa para sair do sedentarismo. Pois, para quem deseja perder peso, a atividade é ideal. Por ser um exercício aeróbico – o corpo usa o oxigênio e os nutrientes como glicose, gordura e carboidrato para produzir energia para o músculo, a corrida ajuda a eliminar muitas calorias. Além disso, ela melhora o condicionamento cardiovascular e, se for realizada de maneira intervalada, aumenta e potencializa a redução de gordura. 

Natação: para espantar o calor, a atividade é muito bem-vinda. Além disso, ela diminui o impacto sobre as articulações, o que é benéfico para quem sofre com dores nos joelhos, por exemplo. A modalidade ainda estimula a tonicidade muscular e permite que braços, pernas, cabeça, tronco e quadril trabalhem juntos. A adequação física gerada pela natação é muito parecida com a da corrida: aumento do condicionamento cardiovascular e do metabolismo. E, se a natação for realizada de maneira intervalada, isso é, em vez de você nadar continuamente, você dar tiros na mais alta intensidade, potencializa a queima de gordura e melhora ainda mais o condicionamento cardiovascular.

Dança: Quer se divertir e, ao mesmo tempo, perder peso? Pois saiba que a dança é a modalidade perfeita para você. Além de estreitar amizades, ela é benéfica à saúde. Além disso, está relacionada ao beneficio mental, de as pessoas fazerem, se alegrarem e terem um momento de descontração.

Artes marciais: O Judô, jiu-jítsu, Kung fu… as opções são muitas e os benefícios também. Se elas forem realizadas de maneira alternada, isto é, com estímulos de baixa intensidade, elas, ajudam a melhorar o condicionamento cardiovascular, a potencializar a redução de gordura e a aumentar a massa muscular. Além disso, pessoas que praticam artes de maneira constante – de duas a três vezes por semana – são mais confiantes.

Musculação: Quem tem “um pé atrás” com essa modalidade deve mudar de opinião. Isso porque os benefícios proporcionados pela prática são visíveis. Além disso, a musculação aumenta a massa muscular e o metabolismo de repouso, por isso, as pessoas consomem mais gordura no momento de repouso. A atividade ajuda a emagrecer porque aumenta o potencial de oxidação, ou seja, a queima de gordura. Na terceira idade, ela pode contribuir para que pessoas fiquem muito mais independentes, já que um indivíduo idoso, que pratica musculação, terá mais autonomia para subir escadas e diminuir as chances de uma queda. Por isso, é o suprassumo das atividades físicas.

Fonte: https://goo.gl/7Ujvh1


Compartilhe isso:

Dicas para uma Maquiagem Perfeita

1 - Antes de começar a maquiagem, limpe e hidrate a pele.

2 - Para aumentar os olhos, passe o lápis ou delineador em volta dos olhos.

3 - Utilize sombras de tons claros e brilhantes para aumentar as pálpebras.

4 - Para diminuir o tamanho do nariz, passe um pouquinho de base dissolvida em água nos cantos e na pontinha do nariz. Ele ficará mais fininho.

5 - Antes de começar a maquiar os olhos, aplique uma dose generosa de pó iluminador na parte inferior. Ele facilita a remoção dos excessos de maquiagem que possam cair das pálpebras superiores.

6 - Para esconder as imperfeições da pele, use um corretivo mais claro que o da sua pele.

7 - Passe base nos lábios para fixar melhor o batom.

8 - Prefira pó facial ao invés de compacto, pois ele é mais suave. Espalhe-o com pincel de dentro para fora.

9 - Após passar a base e o pó facial, elimine o excesso com um chumaço de algodão seco, dando leves batidinhas.

10 - Para alongar os cílios, use primeiro a máscara incolor para uniformizar, depois use a máscara preta.

11 - Para esconder as sardas, a melhor tática é usar pó facial ao invés de base.

12 - Aumente os lábios usando contorno mais escuro que o batom. Utilize também gloss e brilhos.

13 - Use demaquilante específico para a região dos olhos. As fórmulas desses produtos são próprias para eliminar os pigmentos de tinta do lápis, do delineador e das sombras — sem que seja necessário esfregar, o que irrita as pálpebras.

Fonte: https://goo.gl/a7vDDZ 


Compartilhe isso:

Musculação para mulheres: os exercícios mais indicados

Não são apenas os exercícios aeróbicos, como caminhadas, corridas e bicicleta, que devem fazer parte do dia a dia das mulheres. A musculação também é uma atividade essencial para a saúde feminina. "A maioria das mulheres entra na academia com o objetivo de perder peso e por isso investem nos aeróbicos. Mas e a musculatura, como fica? É a musculação que vai ajudar a preservar a massa magra e quanto mais músculos você tiver maior será seu gasto calórico", explica o personal trainer Daniel Nunes, da Test Trainer. 

Porém, não é para desistir das atividades aeróbicas. Saiba que a combinação entre musculação e exercícios aeróbios é a melhor para a perda de gorduras. Ela fará com que o gasto calórico no pós-treino seja mais alto. A musculação também ajuda a prevenir a osteoporose, problema comum entre mulheres mais velhas, e fortalece toda a região de coluna. "Esta atividade ainda irá aliviar os sintomas da TPM, como retenção de líquidos, e em mulheres com menopausa, além de prevenir a osteoporose ainda ameniza a perda de músculos comum nesta fase", destaca a personal trainer Fernanda Andrade. 

Ao realizar os exercícios de musculação é preciso ter alguns cuidados sempre em mente. "Tenho três regras básicas para uma boa execução de movimento: escápula contraida ativação do core (que é manter o abdômen contraído) e manter a curvatura da coluna sempre preservada", orienta Daniel Nunes. 

Para quem está começando a musculação, é válido priorizar exercícios realizados em aparelhos. "Isto porque elas vão exigir menos coordenação e a pessoa poderá ter uma preocupação maior no movimento sem pensar muito na postura. Assim você também irá preservar as articulações e diminuir a incidência de lesões", destaca Daniel Nunes. 

Manter o equilíbrio entre todos os agrupamentos musculares e não focar em apenas um deles é muito melhor. "Equilibrar bem isso, sempre se preocupar com a execução correta e aumentar gradativamente a carga são cuidados muito importantes", explica Fernanda Andrade. 

A seguir, veja os exercícios de musculação mais indicados para cada parte do corpo:

Coxas

Um exercício muito comum para esta região é o adutor, que trabalha a parte interna das coxas. Este exercício consiste em uma espécie de cadeira na qual a pessoa irá se sentar e realizar movimentos de fechamento e abertura das pernas e há a possiblidade de adicionar peso a isso. Já para a área posterior das coxas, uma alternativa é o leg press, em que a pessoa fica em uma posição horizontal ou a 45 graus e precisa empurrar um peso com a sola dos pés. Por fim, outra boa opção é o agachamento, no qual usam-se pesos nos membros superiores ou nas costas para aumentar o trabalho dos músculos ao agachar e levantar.

Panturrilhas

Para as panturrilhas um dos exercícios de musculação mais realizados são os gêmeos, em que a pessoa está levantada ou na horizontal, fica na ponta do pé e volta. "Exercitar o músculo da panturrilha é importante porque ele faz parte do retorno venoso, a engrenagem que realiza a volta do sangue para o coração. Também é indicado para quem fica muito tempo de pé", conta Fernanda Andrade.

Glúteos

O stiff é uma ótima alternativa para exercitar os glúteos. Com a postura ereta, pés ligeiramente afastados e na linha dos ombros, segure o halter ou barra na frente e flexione o ombro descendo a frente, flexione um pouco o joelho e volte. Os agachamentos também atuam nos glúteos. Os abdutores contribuem para o fortalecimento dos glúteos e culote, eles são feitos na mesma cadeira do adutor, mencionado acima, porém o movimento é realizado com o peso na parte externa das coxas.

Abdômen

Um exercício muito indicado para o abdômen é a prancha. Trata-se de uma atividade em que a pessoa fica na horizontal apoiada no cotovelo e antebraço e na ponta dos pés. "Eu costumo indicar este exercício porque fortalece o abdômen e a lombar. Não acho correto quando a pessoa acaba de começar a academia e o profissional a coloca para realizar movimentos dinâmicos, como o abdominal, quando ele ainda nem tem musculatura da região fortalecida. Com a prancha eu fortaleço o abdômen e a lombar e somente quando estiverem fortalecidos que a pessoa estará apta para algo dinâmico", explica Daniel Nunes.

Ombros

Você tem medo de realizar exercícios de musculação nos ombros e deixá-los largos? Calma! Saiba que isto é algo muito raro. "Na verdade, o ombro ser largo ou não depende da estrutura óssea da pessoa e não da musculação", observa Daniel Nunes. O supino na máquina, aparelho em que a pessoa senta e estende e retrai os braços com peso, é uma boa opção para fortalecer a musculatura dos ombros. A elevação lateral com halteres, em que a pessoa de pé e carregando halteres abre os braços até a altura dos ombros, também é uma boa alternativa para exercitar a região.

Peitoral

O supino reto é uma boa alternativa para trabalhar o peitoral feminino, ele consiste em deitar em um banco horizontal, segurar uma barra ou duas anilhas e desce-lo em direção ao peitoral e subir novamente. O crucifixo inclinado também é uma boa alternativa, para realiza-lo deixe os braços aproximados aos cotovelos um pouco flexionados e os halteres na linha dos olhos. Afaste simultaneamente os braços até a linha dos ombros e volte à posição inicial.

Braços

Para trabalhar o músculo do tchau, o tríceps, uma boa opção é o tríceps francês. Neste exercício a pessoa se senta e coloca um braço apoiado na cabeça com a outra mão apoia o cotovelo e o movimento é feito como se a pessoa estivesse dando uma martelada para cima. Outra boa alternativa é o tríceps no pulley, em que a pessoa se posiciona em frente à máquina, segura uma pequena barra e realiza movimentos de descida e retorno. Já para exercitar o bíceps, os halteres são uma boa alternativa. Nesta atividade a pessoa carrega um halter em cada braço e então abaixa e depois sobe o braço.

Fonte: http://goo.gl/CF7Cyc

 

 


Compartilhe isso: