Blog DiCorpo

Se você procura qualidade, inovação e bem-estar,
seja bem-vindo à DiCorpo!

7 dicas para dormir bem depois de dias estressantes

O sono é considerado um problema para grande parte das pessoas. Seja porque as horas destinadas a ele não são suficientes ou porque mesmo que tentemos dormir muito, não temos um sono tranquilo.

Procure avaliar os seus hábitos de sono: já se pegou rolando na cama sem conseguir pregar os olhos apesar de ter tido um dia estressante e cansativo? Isso é muito comum e acontece porque por mais que o corpo esteja implorando por um descanso, a agitação da rotina não nos permite “desligar”.

No entanto, isso é prejudicial para a sua saúde e até mesmo para quem convive com você. Pessoas que dormem mal – ou que simplesmente não dormem – são mais irritadiças, mal humoradas e até mesmo agressivas. Então como deixar de lado uma rotina agitada e conseguir uma boa noite de sono mesmo depois de um dia corrido? Confira dicas que podem ajudá-lo:

Desenvolva (ou melhore) o seu regime de sono

Defina um horário padrão para dormir, deixando de lado qualquer outra coisa que possa ocupar o seu tempo. É importante que você aprenda a planejar o seu dia-a-dia respeitando a hora de dormir.

Da mesma maneira, procure estabelecer um horário para levantar. Esse horário é igualmente importante para balancear o seu descanso.

Elimine distrações que mantenham você acordado

Em geral, coisas pequenas podem atrapalhar seu sono facilmente. Por isso é importante que você se certifique de que seu quarto é um ambiente calmo para seu sono.

Procure desligar aparelhos eletrônicos como o computador e, em alguns casos, até mesmo a TV; mantenha o ambiente silencioso e escuro. Você pode mudar outras coisas que transformarão o seu quarto em um local melhor para dormir, deixando a temperatura agradável e colocando um fundo musical tranquilo.

Termine todos os afazeres do dia

Planeje-se para concluir todas as suas tarefas até a hora estabelecida para ir dormir. Se você tiver todos os itens concluídos – ou pelo menos bem encaminhados – ficará mais tranquilo e relaxará mais facilmente.

Considere se você está realmente cansado e caso a resposta seja negativa invista mais um tempo nos trabalhos que deve finalizar. No entanto, é importante lembrar que os problemas parecem ser maiores na parte da noite, por isso, procure deixar as coisas mais difíceis para serem resolvidas no dia seguinte.

Acalme a sua mente e o seu corpo

O principal motivo pelo qual não conseguimos dormir depois de um dia agitado ou estressante é porque a mente – e algumas vezes o corpo – estão agitados demais para descansar. Por isso é preciso acalmar corpo e mente antes de dormir.

Existem diversas maneiras de fazer isso, como escrever alguma coisa ou ler um livro, desde que ele não tenha uma história cheia de mistérios e adrenalina. Uma boa opção é tomar um banho quente, que ajuda a relaxar os músculos e distrair sua mente, ou ainda fazer leves alongamentos antes de se deitar.

Tente meditar

Depois de um dia agitado esvaziar a mente antes de dormir é um dos melhores métodos de relaxamento. Procure meditar e ignorar os problemas e preocupações por alguns minutos. Mantenha seu cérebro “desligado” da agitação que você passou ao longo do dia.

Você não precisa se sentar e murmurar enquanto medita, mas pode fazer isso em uma caminhada ou mesmo no seu quarto, controlando a sua respiração. Encontre o modelo mais adequado para o seu comportamento e pratique.

Faça um processo de relaxamento muscular

Ao deitar, dedique um tempo para relaxar os seus músculos antes de dormir. Comece prestando atenção à sua respiração e depois, de maneira progressiva, procure relaxar cada parte do seu corpo.

É importante que você não force muito os músculos, nem faça alongamentos enérgicos e pesados, isso vai deixar a sua mente alerta e atrapalhar o seu processo de sono.

Deixe que todos os pensamentos ou preocupações vão embora

Se a sua mente ainda estiver ativa, permita que ela relaxe, assim como você fez com os músculos. Tire todos os pensamentos e preocupações da sua cabeça, dessa forma você conseguirá desligar o seu cérebro.

Você pode fazer isso com exercícios de repetição mental, como contar ou mesmo pensar em respirar e expirar. Nesses casos até mesmo a famosa tática de contar carneirinhos pode ajudar a tirar as preocupações da mente. A ideia é mantê-la ocupada com qualquer coisa diferente dos seus problemas.

 

Fonte: https://goo.gl/47fQbV

 


Compartilhe isso:

5 dicas para desestressar

Vai longe o tempo em que o estresse era associado quase exclusivamente a executivos e empresários. Hoje se sabe que até mesmo as crianças são suscetíveis ao problema.

Se antigamente a tensão estava relacionada apenas com doenças do sistema nervoso, nos últimos anos diversos estudos mostraram que o coração pode sofrer bastante. O sistema imunológico também é afetado, o que serve de estopim para infecções oportunistas, como as gripes.

Para não ficar vulnerável aos estragos do nervosismo do cotidiano, existem soluções bem simples. Uma pesquisa realizada pelo International Stress Management Association no Brasil (ISMA-BR) com 1,2 mil pessoas mostrou que a redução no uso do computador, do celular e de outras tecnologias teve efeitos benéficos e ajudou a atenuar dores musculares, insônia, ansiedade e cansaço.

Confira agora mais 5 estratégias antiestresse:

1 – Respire fundo
Expire pela boca contando até dez e esvaziando ao máximo os pulmões. Em seguida, inspire pelo nariz, inflando bem o abdômen. Conte até cinco enquanto faz o movimento. Solte todo o ar e repita a respiração completa mais seis vezes. Além de se tranquilizar por um instante, você manda mais oxigênio para o cérebro funcionar melhor.

2 – Relaxe os músculos
Foque cada parte do corpo para sentir se há algum nó de tensão e, mentalmente, tente desfazê-lo. Comece pela face. Contraia a musculatura por dois segundos. Relaxe. Passe para outros pontos até chegar aos pés. Quando você relaxa a musculatura, a mente se beneficia.

3 – Visualize o relax
Imagine uma luz colorida, que entra pelo topo cabeça e percorre todo o corpo, relaxando cada região por onde passa.

4 – Coma cereais integrais
Trigo, aveia, cevada e outros grãos oferecem nutrientes indispensáveis em períodos tensos. Há desde o carboidrato até as vitaminas do complexo B, que interferem com substâncias do cérebro e trazem bem-estar. Sem falar que os integrais fornecem o magnésio, mineral que dá um basta ao nervosismo.

5- Caminhe
Essa atividade física é uma excelente forma de liberar endorfinas, um grupo de substâncias que banha o corpo de bem-estar.

Fonte: http://goo.gl/hicBPi 

 


Compartilhe isso: